NOTAS CULTURAIS

Crônicas, Dicas de Livros, Documentários e Filmes

NETFLIX: 5 Documentários imperdíveis para os Amantes do Mar

1 - EM BUSCA DOS CORAIS

Logo Promocional do documentário produzido em associação com Argent Pictures e The Kendeda Fund, em parceria com The Ocean Agency e View Into the Blue. Foi produzido por David J. Cornfield, Linda A. Cornfield, Ryan W. Ahrens e Jill K. Ahrens.

      A Netflix adquiriu direitos mundiais para o documentário “Em Busca dos Corais” (“Chasing Coral”), do diretor Jeff Orlowski, em parceria com Larissa Rhodes. Ao contrário do que o título possa sugerir, o foco do documentário não é exibir recifes belos e intocados nos recantos escondidos dos sete mares. 

     Ele retrata a determinação de um publicitário, um autoproclamado nerd dos corais, alguns experientes designers de câmeras e renomados biólogos marinhos para inventarem a primeira câmera com função time-lapse, capaz de registrar o deterioração dos corais em um processo denominado “branqueamento”, o qual vem alarmando cientistas de todo o mundo e demonstrando mais indícios do aquecimento global.

ASSISTA O TRAILER

2 - MISSION BLUE

“No blue, no green” (Sem o azul, não existe o verde)

 

                Essa celebre frase nos lembra que toda a vida na Terra está ligada à água e como os oceanos são importantes para a nossa sobrevivência. A sua autora, a oceanógrafa Sylvia Earle, fundou a Mission Blue Foundation e tornou-se Diretora Executiva de quase uma dezena de fundações e ONGs voltadas à proteção das águas e a pesquisas relacionadas a novas tecnologias para o acesso e a defesa de ambientes marítimos remotos. Ela também é líder do Google Ocean Advisory Council, grupo de 30 cientistas dispostos a explorar as águas para o projeto Ocean in Google Earth. A oceanógrafa cruzou o mundo visitando mais de 60 países para falar sobre a luta pelos oceanos e pela vida marítima.

Esse documentário acompanha o dia-a-dia de Earle, na época com78 anos, em sua luta pela preservação dos mares e da vida aquática. O filme levou três anos para ser produzido e tem a direção de Robert Nixon e Fisher Stevens.

 

"Se os outros tivessem a oportunidade de testemunhar o que vi em minha vida, com milhares de horas debaixo d'água, eu não seria vista como uma radical", declarou Earle.

 

Suas mais de 70 expedições somam aproximadamente 7.000 horas debaixo d'água e mais de 100 premiações mundiais por seus esforços. Atualmente, Sylvia Earle é exploradora da National Geographic Society. Ela visitou o Brasil essa semana para promover seu livro: "A terra é Azul"

ASSISTA O TRAILER

3 - OCEANO DE PLÁSTICO

Parte integrante do projeto da britânica Plastic Ocean Foundation, cuja missão é propor soluções para o problema do lixo plástico no nosso planeta, este documentário viaja por áreas remotas, registrando focos de poluição por plástico e seu impacto para a humanidade e o meio ambiente.

 

A Plastic Ocean montou uma equipe de cientistas e produtores para realizar o documentário. Acompanhado por cientistas, conservacionistas e engenheiros, o filme segue a jornada de dois exploradores que viajam para algumas das partes mais remotas do mundo, documentando os problemas ambientais associados à poluição.

 

A equipe percorre o globo para descobrir a verdade chocante sobre o que está realmente escondido sob a superfície dos nossos oceanos: uma grande sopa de plástico.

ASSISTA O TRAILER

4 - OCEAN WONDERS

Em “Ocean Wonders”, um especial de uma hora e meia sobre a vida aquática, diversas espécies de seres marítimos são mostradas. Nesta projeção artística para canais de televisão doméstica, não há falas ou o objetivo de entreter, mas, sim, a busca por provocar uma paz interior por meio da exibição de lentos movimentos do mar e das espécies retratadas.

 

Existem aqueles que não conseguem se desligar por tempo suficiente para apenas admirar as belezas retratadas em “Ocean Wonders” e precisam fazer alguma outra atividade ao mesmo tempo. Contudo, esta produção, que não pode ser categorizada como filme ou documentário tem o simples propósito de ser um catalisador da necessidade humana de suavizar seu dia-a-dia agitado, e por isso é indicado para aqueles que procuram um pouco de repouso nas profundezas do mar.

5 - MÉXICO PELÁGICO

Um grupo de amigos mergulhadores, cinegrafistas e produtores decide registar as belezas marítimas do México.  No primeiro dia de campo eles capturam imagens impressionantes da cadeia alimentar, envolvendo dezenas de tubarões, um cardume de sardinhas e aves aquáticas. Na volta para o continente, eles se depararam com uma boia em meio o mar aberto, presa a um tubarão ainda vivo, que se debatia para se desvencilhar do anzol.

 

A partir desta experiência, o grupo se debruça sobre a pesca e o comércio de tubarões no México. Visitam matadouros pelo país e constatam as baixas condições sanitárias e os problemas sociais que os pescadores vivem.

ASSISTA O TRAILER

OS MASTODONTES DE BARRIGA CHEIA E OUTAS HISTÓRIAS

Crônicas de Biologia e Conservação da Natureza

Autor: Fernando Fernandez

Ed.: Technical Books

 

                Existem diversas histórias escondidas em meio a um turbilhão de descobertas e pesquisas realizadas no mundo inteiro. Algumas destas histórias são verdadeiros exemplos de como o homem vem gastando suas chances de viver em comunhão com o meio ambiente. Outras são autênticas epopeias em favor da conservação de ecossistemas e espécies ameaçadas.

              

                 Após vários anos do lançamento do seu primeiro livro, o aclamado “Poema Imperfeito”, o ecólogo e paleontólogo Fernando Fernandes publicou em 2016 uma série de crônicas que ele veio escrevendo para o respeitado site O Eco. Temas variados sobre assuntos contemporâneos: ecologia, sustentabilidade, biocombustível, biologia da conservação, futebol, evolução das espécies, literatura, cinema, meio acadêmico.

                Sim, são muitos assuntos! Em alguns textos, sentimos a impressão de estar em uma mesa de bar conversando com um professor mais descontraído ou um velho amigo experiente.  O texto é tão fluido e atraente que terminei de ler as quase 300 páginas em um único final de semana. Mesmo que você não seja especialista em alguma área ligada à biologia, mesmo que seja só um amante da natureza, esse livro vai conquistar sua atenção.

                O livro leva o mesmo título de uma das crônicas, na qual ele explica que os fósseis de mastodontes foram encontrados pelos paleontólogos com indícios de que eles não morreram “de barriga vazia”, ou seja, não morreram por condições ambientais que os levaram a fome e a morte, mas pela mão humana através da caça.          

               Mais do que textos que abordem assuntos ligados à conservação, essa obra é um alento de histórias construtivas e inspiradoras, mas sem o puritanismo e as utopias inalcançáveis que costumam transbordar de outros livros que com assuntos semelhantes.

FICHA TÉCNICA:

Editora: TECHNICAL BOOKS

Especialidade: BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO / UNIDADES DE          CONSERVAÇÃO

ISBN: 8561368535

ISBN13: 9788561368531

Páginas: 279

Publicação: 2016

Edição: 1º

Encadernação: BROCHURA

 

Autor: Fernando Fernandez

Autor: Fernando Fernandez

Autor: Fernando Fernandez

CURTA NOSSAS REDES SOCIAIS:

ANTRÓPICA ECO BR

  • Facebook Social Icon
  • Instagram - Black Circle

© 2017 por Antropica.eco.br

NOSSOS PARCEIROS: